quinta-feira, 22 de março de 2012

ACAMPAMENTO DA SEMANA SANTA – CARTAZ E PROGRAMAÇÃO

PROGRAMAÇÃO
QUINTA-FEIRA: (05 DE ABRIL)
20h00 Missa de Lava Pés: Pe. Joãozinho(SCJ)
22h00 Encerramento
SEXTA-FEIRA (06 DE ABRIL)
08h00 Terço e Cânticos:
09h00 Pregação: Jesus o centro da nossa fé (Pe.Joãozinho)
10h00 Intervalo
10h30 Cânticos:
11h00 Pregação:
A autoridade de Jesus(Pe. Joãozinho)
12h20 Promoção de Palco
12h30 Intervalo
14h30 Cânticos:
15h00 Funções da sexta-feira da Paixão: Pe. Joãozinho (SCJ)
18h00 Intervalo
20H30 Via Sacra (Data Show)
22h00 Encerramento
SÁBADO (07 DE ABRIL)
08h00 Terço e Cânticos:
09h00 Pregação: Por suas chagas fomos curados (Johann / Manain)
10h00 Intervalo
10h30 Cânticos:
11h00 Pregação:Vinde a mim
(Johann / Manain)
12h20 Promoção de Palco
12h30 Intervalo
14h30 Cânticos:
15h00 Terço da Misericórdia Iron e Sandro
15h30 Pregação: A salvação entrou em tua casa ( Pe. Joãozinho)
16h30 Promoção de Palco
16h45  Intervalo
19h00 Benção do Fogo e Santa Missa da Vigília Pascal: Pe. Joãozinho
22h00 Encerramento
DOMINGO (08 DE ABRIL)
08h00 Terço e Cânticos:
09h00 Pregação: Tudo se faz novo ( Pe.Joãozinho)
10h00 Intervalo
10h30 Cânticos:
11h00 Adoração: Marcos e Ana Neri
12h20 Promoção de Palco
12h30 Intervalo
14h30 Missa Padre Joãozinho
17h00 Encerramento

M.I.S.S.A: evento ofensivo à Igreja se realiza no Rio, bloggers católicos pedem reação

RIO DE JANEIRO, 21 Mar. 12 / 05:27 pm (ACI) No próximo sábado, 24 de março, no Rio de Janeiro, será promovido novamente o evento M.I.S.S.A. (a sigla para Movimento dos Interessados em Sacudir a Sua Alma), que ofende os sentimentos e a simbologia católicos vestindo de padres os DJs e as recepcionistas de freiras, em claras e desrespeitosas alusões a símbolos religiosos católicos contrariando ademais o art. 208 do Código Penal que tipifica a conduta de "vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso" como crime.

A festa já aconteceu em vários pontos do país causando indignação dos católicos por onde passou, como já foi denunciado anteriormente por ACI Digital.

O evento já foi condenado uma vez pela Justiça do próprio Estado do Rio em 2011, mas vem se realizando em distintos estados brasileiros, apesar das manifestações contrárias por parte de grupos católicos brasileiros. Se bem agora os organizadores tomam maiores precauções para não ofender o catolicismo, a essência do evento segue sendo ofensiva aos católicos, denunciou recentemente o Guia de Blogs Católicos em uma postagem.

Em dezembro de 2011, a Associação Arquidiocesana Tarde com Maria, do Rio de Janeiro, conseguiu uma liminar para impedir que os organizadores da festa M.I.S.S.A., prevista para ocorrer no Vivo Rio na ocasião, se burlassem de símbolos e vestimentas em alusão à Igreja Católica. A associação entrou com uma ação na Justiça e conseguiu, na noite de quarta-feira, no plantão judiciário, com uma decisão favorável do desembargador Adolpho Andrade Mello.

Pouco antes do início do evento, houve um acordo e os organizadores retiraram uma enorme cruz de LED instalada próximo ao DJ, que usaria uma roupa semelhante à batina de um padre. De acordo com o advogado da organização, Renato Brito Neto, o evento não teve o objetivo de ofender a imagem da Igreja Católica.

Segundo a denúncia O Guia de bloggers católicos, o art. 208 do Código Penal tipifica a conduta de "vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso" como crime. Eventos como o M.I.S.S.A, portanto, podem ser denunciados à justiça.

Assim, os bloggers animam os católicos a protestarem contra o evento manifestando seu desacordo aos patrocinadores e organizadores do M.I.S.S.A. em suas páginas no Facebook:

Facebook: Mural de Smirnoff do Brasil 
(http://www.facebook.com/SmirnoffBrasil)
Facebook: Mural de DHP Produções e Eventos 
(http://www.facebook.com/dhpprod?sk=wall)
Facebook: Mural de Melt Bar e Restaurante 
(http://www.facebook.com/melt.leblon?ref=ts)

terça-feira, 20 de março de 2012

Maria nos acolhe em seu colo de Mãe



 
Terça-Feira, 20 de março 2012

Meu irmão, minha irmã, é isso que Maria, a Mãe de Jesus, quer lhe dizer hoje; ela se aproxima de você como seu filho mais novo e diz:

“Meu filho, olha para tua Mãe. Aos pés da cruz, colocaram sobre meus joelhos o Corpo torturado de meu Filho Jesus, e eu o abracei. Embora estivesse com o coração despedaçado, louvei ao Pai, entreguei meu Filho morto ao Senhor, e o preparei para a ressurreição. E eu agora o tomo em meu colo e digo: não volte atrás, não ceda. Hoje não é o rei - mas pior: o mundo inteiro! - contra meu Filho, dizendo a você que goze a vida sentindo todos os prazeres, que se entregue à bebida, às festas e se esqueça de Deus".

Mas você não foi feito para o mal, para o pecado. Deus o criou para o amor. Você não foi concebido para a bebida, os tóxicos, o jogo; para o roubo, para se aproveitar dos outros e assim ganhar mais; nem para a mentira e a hipocrisia, o ódio, o rancor; para a revolta consigo mesmo e com sua família... Não. Você foi criado para amar! Deus é amor e habita em seu coração, e você no fundo percebe isso.

Ao cometer um erro, você se sente mal, mas não tem coragem de mudar a situação, pois o mundo o aliciou demais. O mundo apresentou o pecado "caramelado" e, por causa desse "caramelo", você vai à infelicidade.

A Santíssima Virgem Maria está lhe dizendo: “Meu filho, minha filha, veja o que o pecado fez com você. Mas eu que sou Mãe, tomo-o no colo, como tomei o Corpo de meu Filho estraçalhado na cruz".

Deus o abençoe!

Monsenhor Jonas Abib
Fundador da Comunidade Canção Nova

(Trecho do livro "Consolados por Maria" de monsenhor Jonas Abib)

Veja também:
.: Assista às pregações de monsenhor Jonas na WebTVCN
.: Receba mensagens no celular
.: Faça parte do grupo: "Monsenhor Jonas Abib"
.: Ouça as pregações do monsenhor Jonas
.: Conteúdo acessível também pelo iPhone

Tipos de Jejum - O importante é fazer!




O grave dano de uma péssima lei


Imagem de Destaque


As famílias estão ameaçadas

As leis devem apoiar e privilegiar a virtude e o bem. É claro que para se chegar a esse fim são necessários o sacrifício, a renúncia ao mal e a força de vontade moral. No entanto, o mundo de hoje quer “soluções fáceis e rápidas para problemas difíceis”, como dizia Paulo VI. Não quer mais saber de sacrifício nem de virtude; elimina a moral com a “ditadura do relativismo” (como ensina Bento XVI), a qual justifica qualquer comportamento, seja bom ou mau; ou seja, elimina a moral, os bons costumes, aquilo que o Catecismo da Igreja Católica ensina em sua terceira parte, o “lex vivendi”.
Sabemos que não há solução fácil e rápida para problemas difíceis; nenhum médico vai receitar apenas algumas aspirinas a quem tem um grave câncer. Não, a pessoa terá talvez que ser operada, fazer sessões de radioterapia e quimioterapia. Da mesma forma, nas doenças da sociedade também não adianta dar “aspirinas” para curar o doente; é preciso mais. Uma dessas leis negativas e perniciosas foi a Emenda Constitucional 66, publicada em julho de 2010, que extinguiu os prazos necessários para a realização do divórcio. Antes, era necessário estar separado judicialmente há um ano ou separado, de fato, por dois anos para o casal poder se divorciar”, afirma em nota a assessoria de imprensa do órgão.

Nesse período de “carência” o casal separado poderia ainda se reconciliar, pensar, amadurecer os motivos da separação, que nem sempre são tão graves. Quantos chegaram à reconciliação mediante o perdão! Mas quando a lei facilita a separação, o mal cresce e destrói mais ainda, ao invés de construir. Os cartórios de notas passaram a lavrar escrituras de divórcio em 2007, com a aprovação da lei 11.441/07, que desburocratizou o procedimento e permitiu a realização de divórcios consensuais nesses locais.


Podem se divorciar em cartório os casais sem filhos menores ou incapazes. Também é necessário que não haja litígio entre eles. Na escritura, o casal deverá estipular as questões relativas à partilha dos bens, ao pagamento ou dispensa de pensão alimentícia e à definição quanto ao uso do nome se um dos cônjuges tiver adotado o sobrenome do outro.

Por essa razão, o número de divórcios cresceu quase 50%, em 2011, em cartórios de São Paulo.
Um levantamento divulgado dia 14/3/2012 pelo Colégio Notarial do Brasil – Seção São Paulo, mostra que, em 2011, os cartórios paulistas realizaram 13.909 divórcios, número 48,3% maior em relação a 2010 – quando foram 9.377 casos. (Do UOL, em São Paulo – 14/3/2011).Chegamos diante desses números à triste conclusão já esperada e anunciada pela Igreja: a lei, em vez de fortalecer a família e o casamento, os empurra ainda mais para o abismo.
A taxa geral de divórcios registrados no Brasil atingiu em 2010 o seu maior nível em 26 anos: 1,8 para cada mil habitantes com 20 anos ou mais, de acordo com as estatísticas do Registro Civil, divulgadas pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Em 2000, por exemplo, esse índice foi de 1,2; em 2005, de 1,3. A taxa de separação (processo no qual as partes ainda ficam impedidas de formalizar uma nova união), por outro lado, caiu para o menor patamar desde o início da série histórica, iniciada em 1984: 0,5 para cada mil habitantes. Em números absolutos, foram 243.224 divórcios e 67.623 separações no país durante o ano.
É claro que esses números estão diretamente ligados à mudança da legislação, que acabou com o tempo mínimo necessário de separação para dar entrada no divórcio. Esse foi um fator decisivo para que o rompimento legal de vínculo de matrimônio entre cônjuges tivesse esse aumento tão expressivo. Em contrapartida a Igreja continua afirmando que o casamento válido é indissolúvel.
Podcast: "Famílias ameaçadas", com professor Felipe Aquino


Foto
Felipe Aquino
felipeaquino@cancaonova.com
Prof. Felipe Aquino, casado, 5 filhos, doutor em Física pela UNESP. É membro do Conselho Diretor da Fundação João Paulo II. Participa de aprofundamentos no país e no exterior, escreveu mais de 60 livros e apresenta dois programas semanais na TV Canção Nova: "Escola da Fé" e "Trocando Idéias". Saiba mais em Blog do Professor Felipe Site do autor: www.cleofas.com.br

Fonte: cancaonova.com

Quais as dificuldades encontradas pelos músicos?

E o cuidado com o desejo de fama

É o tema abordado pelo missionário Maninho na série "Mais Feliz" desta semana. 

Ouça: 


"O que mais me incomoda e o que mais dificulta o meu trabalho é a pressão por fazer sucesso. Porque desde o início, quando eu comecei a trabalhar com a música católica, o meu objetivo sempre foi a evangelização, me colocar a serviço. Esse tipo de afirmação nunca me passou pela cabeça. O músico, muitas vezes, procura fazer várias atividades para ganhar certo tipo de 'status' dentro da Igreja, mas isso não deve acontecer, e também dificulta na formação de novos músicos. 



Nós precisamos cada vez mais de músicos verdadeiros, que realmente acreditem naquilo que cantam e que queiram evangelizar. Essa dificuldade precisa ser repensada dentro da nossa música e os meios de comunicação devem incentivar na formação de músicos interessados na missão que Deus lhes confiou e em nossos valores", testemunha o músico gaúcho.

O que é a série "Mais Feliz"?
A série "Mais Feliz", exibida todas as terças-feiras, no Canal da Música do Portal Canção Nova, visa contribuir na formação humana e espiritual dos cristãos de modo geral, não somente do músico católico. Os temas abordados nas formações ajudam os internautas a lidar com assuntos simples e de interesse de todos. 

Quem é Maninho? 
Cantor católico, desde dos 8 anos anos de idade envolvido com a música. O primeiro instrumento musical com o qual teve contato foi a flauta, mais tarde, interessou-se pelo violão, piano e instrumentos de sopro diversos. Clique aqui para saber como a música católica entrou em sua vida. 

Veja outras matérias desta série
.:Músico, palco e povo
.:Por que cantar na Santa Missa?
.:Músico e seus relacionamentos
.:Por que é importante para o músico buscar formação?
.:Qual é a importância de silenciar para encontrar Deus?

Leia mais matérias do autor:
.: Entrevista da WebTV com o Maninho
.: Maninho canta "A Senha"

Convite Especial!

quarta-feira, 14 de março de 2012

Oração da Manhã

A oração é a força do homem e a fraqueza de Deus! Reze! Reze!
Oração para o começo do dia! Passo pra vocês essa oração simples e poderosa que aprendi, quando morava em Cuiabá em 2008, com meu amigo e diretor espiritual Dom Bonifácio. Copie essa oração, cole no seu quarto e reze todos os dias ao acordar!
Eu vos adoro, meu Deus e vos amo de todo o coração.
Agradeço-vos por me terdes criado,
feito cristão e conservado nesta noite.
Ofereço-vos as ações deste dia;
fazei que sejam todas segundo a vossa santa vontade,
para maior glória vossa.
Preservai-me do pecado e de todo o mal.
Esteja a vossa graça sempre comigo
e com todos os que me são caros. Amém

Deus abençoe,
Tamo junto!
Emanuel Stênio

Bebê é operada dentro do ventre de sua mãe e fica curada de doença mortal

BARCELONA, 14 Mar. 12 / 12:36 am (ACI/Europa Press) O Hospital Clínic de Barcelona e o Hospital Sant Joan de Deus operaram pela primeira vez no mundo um bebê de 26 semanas que sofria uma doença pulmonar que leva à morte fetal em 90 por cento dos casos, permitindo que uma menina nascesse saudável com 2,54 quilos na semana 38,6 da gestação.

A pequena Alaitz  ( que significa "alegria"  em vasco), que agora tem 20 meses e leva uma vida "completamente normal", passou por outra intervenção cirúrgica definitiva aos 13 dias de vida, quando os cirurgiões removeram lóbulos pulmonares danificados por uma lesão brônquica, conhecido como atresia brônquica, na parte principal do pulmão direito.

A menor apresenta um desenvolvimento neurológico, cardíaco e respiratório corretos, e os protagonistas da delicada intervenção- os especialistas em medicina e terapia fetal e terapia do Hospital Clínic, Eduard Gratacós e Josep Maria Martinez junto ao neonatologista Castanon Montserrat e o neonatologista Julio Moreno de Sant Joan de Déu-se congratularam com a descoberta.

Um ultra-som de 20 semanas de gestação no Hospital de Mollet del Vallès (Barcelona)fez soar o alarme da lesão potencialmente mortal , cuja a detecção precoce -descrita anteriormente, mas não tratada-, levou a mãe às mãos dos especialistas que a intervieram por via endoscópica  quando o bebê pesava 800 gramas.

Como havia explicado Gratacós, a novidade é que ele nunca tinha lidado com esta lesão nos brônquios, que conduzia  à morte inevitável dos bebês por insuficiência respiratória, e faz um ano e meio a equipe conseguiu operar com sucesso através da inserção de um cateter de 3 mm pela boca de um bebê para chegar aos brônquios afetados para que o pulmão pudesse crescer normalmente.

Atualmente existem cirurgias fetais para patologias consolidadas, mas a que foi apresentada nesta terça-feira em conferência de imprensa é anormal e afeta apenas 40 casos na Espanha e cerca de 300 no mundo, onde tanto o Clínic e o Sant Joan de Déu são hospitais de referência em programas de medicina fetal.

Para a mãe, a operação teve o mesmo risco da amniocentese, e garantiu que a sua pequena, tem sido muito sorridente para os jornalistas, levando uma vida "completamente normal".

Uma em cada 10.000
Uma em cada 550 gestações apresenta anomalias fetais, e um em cada 10.000 sofrem desta anomalia congênita, que geralmente aparece na segunda década de vida, como foi observado pelo cirurgião Castanon Montserrat.

O Programa de Cirurgia Fetal da Clínica-Sant Joan de Déu atende anualmente mais de 200 casos de patologia fetal, e os seus membros participaram na concepção de várias das técnicas utilizadas hoje no mundo. 

segunda-feira, 12 de março de 2012

versal x Mundial, Agora é um demônio que entrega o jogo

Sabendo o senhor Edir Macêdo que o negão da Universal tá desviando algumas de suas ovelhas ele apronta mais uma, e essa tá na cara que é fingimento, essa vai de tapa na cara para muitos que acreditam nessa safadeza....Uni

domingo, 11 de março de 2012

3º Domingo da Quaresma: A Lei do Senhor

Os Dez mandamentos no livro do êxodo, a resposta do salmo e a pregação de Paulo nos mostram claramente a necessidade que homem tem de ter um Deus. Imaginemos pois irmãos com seria o mundo sem Deus? Se Deus não existe, eu sou o dono de mim, porque precisariam existir autoridade sobre mim, prefeito, delegado, ou quem quer que seja, eu seria em fim o meu dono, e a minha satisfação pessoal é a minha lei. Nós cristãos precisamos lutar para nos comportar porque existe um Deus em uma outra vida que me cobrará pelos meus atos, (Céu e Inferno). Mas se não existe um Deus, também não existe Céu e inferno, isso significa que o homem é nada mesmo, morreu acabou, então é hora de aproveitar porque a vida é uma só. O problema é como aproveitar: Festas, bebedeira, sexo, drogas, morte de quem vier contra a minha "Felicidade", um homem sem dono nem lei, mata, rouba, estupra, desrespeita... Agora imagine uma sociedade assim, vária homens sem lei... É o que a sociedade se torna sem Deus, ele mata um doente em coma que tem poucas chances de se recuperar para evitar o sofrimento, mata crianças indefesas no ventre de suas mães, estupram, prostituem, roubam, enganam os pobres e
os escravizam de trabalhos indignos. A sociedade morre, o homem escraviza e desrespeita seu semelhante, seus pais e sem Deus. Nós precisamos de Deus para organizar a sociedade, e esta tenta nos imitar mas excluindo a Deus, por exemplo, o código do direito civil é inspirado no código do direito canônico das Igreja você sabia? e mais muitas leis de vários países foram inspiradas nesses dez mandamentos que Deus nos deu para vivermos em paz e harmonia, tirando Deus as conseqüências são duras, como este mundo injusto que vimos hoje... O Cristão deve ser como o salmista: "senhor só tu tens palavras de vida eterna". Nem um homem será bom o suficiente para governar, e nem um será bom governante se quer de sua própria vida se não pedir auxílio de Deus. Se eles acham que nós não precisamos obedecer a Deus que é perfeito, porque nós precisamos obedecer a eles que são imperfeitos? Sem Deus, porque eu deveria respeitar o outro, ou obedecer quem quer que seja? Agora vejamos que já no tempo de Paulo eles caluniavam as coisas de Deus, e o próprio Jesus ficou tão raivoso pelo desrespeito dos judeus que armou um chicote e destruiu tudo que pertencia aos comerciantes e que era vendido no templo "O Zelo por tua casa me consome" E Por fim, se transformássemos esta afirmação numa pergunta: O zelo pela tua casa me consome? Olhe bem para a Igreja na hora da missa, como estão as flores, as velas, os castiçais, o som, o chão, quantas flores você trouxe de casa para presentear Jesus no altar? A Obrigação é de todos nós, a Igreja é nossa e muitas vezes nem damos o Dízimo, e pior quando doamos o dízimo, muitas vezes é menos que o valor que agente lancha numa padaria, e nós ainda dizemos que "O Zelo pela sua casa me consome"? Que esta seja a nossa reflexão, sem Deus a humanidade decai, já pensou não obedecer a esses mandamentos, não matar, não roubar, não adulterar etc... Seriamos piores que animais... e se é nossa obrigação preservar o nome do Senhor na terra, devemos fazer com Zelo, é mais que uma missão espiritual, é uma missão de vida.